Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Realizada última reunião de pais, mães, responsáveis e mestres do ano
Início do conteúdo da página Notícias

Realizada última reunião de pais, mães, responsáveis e mestres do ano

A atividade marcou o encerramento do ano letivo.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 27/12/2017 17h16
  • última modificação 27/12/2017 17h16

Na tarde da última quinta-feira (21), o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias realizou a quarta reunião de pais, mães e responsáveis com professores dos cursos técnicos de nível médio. A reunião foi organizada por coordenadores de cursos e setor pedagógico. Além de pais, mães, responsáveis e estudantes, estiveram presentes professores e a diretora de desenvolvimento educacional, Waldirene Pereira Araújo.

Waldirene Araújo fez uma avaliação positiva do ano letivo. “Foi um ano letivo extremamente produtivo para todos. Tivemos bons resultados no ensino, pesquisa e extensão. Os resultados foram possíveis porque tivemos o apoio incondicional dos pais e mães que aqui estão. Quero agradecer a todos os professores, técnicos administrativos, terceirizados, alunos e, especial, aos pais e mães que sempre nos deram todo o apoio. Em 2018 não mediremos esforços para melhorarmos cada vez mais o nosso Campus”, comemorou Araújo.

Durante a reunião foram apresentados um vídeo institucional de encerramento do ano letivo e o Calendário Acadêmico para 2018. Além disso, os participantes puderam discutir sobre rendimento acadêmico; comportamento e indisciplina dos estudantes; cronograma da formatura; e canais de comunicação com a Instituição.  Como em todas as reuniões, os pais e mães apresentaram sugestões e elogios à direção-geral.

A pedagoga Raquel de Carvalho Evangelista enfatizou que um dos problemas detectados é a ausência da família às reuniões e no acompanhamento diário dos estudantes. “Ficando assim alheios a informações importantes sobre a vida escolar de seus filhos e perdendo a oportunidade de participar de um momento ímpar, onde há troca de ideias e experiências para a melhoria da educação na Instituição”, ponderou a pedagoga.

A assistente social do Campus e coordenadora da Coordenadoria de Assuntos Estudantis (CAE), Edna Maria da Costa Sobral explica que durante a tarde foi realizada ainda a reunião com pais e mães de alunos residentes no campus com o objetivo de tratar assuntos referentes à rotina na residência estudantil e o acompanhamento da família nos aspectos de rendimento escolar e disciplina do residente. “Eu e Ednaldo Bezerra, que é o servidor responsável pela residência, realizamos a reunião duas vezes por semestre. Dessa forma, esperamos fortalecer o vínculo entre a instituição e a família, pois consideramos fundamental a presença da família na escola para que possamos alcançar resultados positivos, sobretudo, em relação a permanência e êxito na conclusão do curso pelo aluno” frisou a assistente social.

Rosa Maria Cardoso da Silva, mãe do aluno residente Francisco Anísio Cardoso da Silva Guimarães, destaca que a reunião é a oportunidade de realizar o acompanhamento da vida escolar de seu filho.  “Como moro em Colinas, na reunião de pais e responsável é o momento para acompanhar a vida escolar de meu filho com relação a notas, calendário escolar. Este é de suma importância para ficarmos atualizadas das atividades e eventos da Instituição, principalmente para quem não mora na cidade e precisa acompanhar mais de perto o filho”, disse. A mãe destacou ainda que a reunião é importante para que os filhos possam perceber o interesse e a interação da família com a escola. “Porque não é só colocar o aluno e deixar toda responsabilidade por conta da Instituição. Quando família e escola trabalham em parceria, quem mais ganha é o aluno, por se sentir amparado e se desenvolver melhor”. Sobre a reunião com os alunos residentes, Rosa Cardoso destacou que “podemos saber não só sobre a vida escolar, mas também o cotidiano deles, como estão se comportando longe de casa, por exemplo. É nesse momento também que percebemos as dificuldades, desempenho e evolução de cada um”, finalizou a mãe de Francisco Guimarães.

A técnica em assuntos educacionais, Carmelita de Alencar Oliveira, destacou que as reuniões realizadas ao longo do ano foram essenciais para discutir assuntos relacionados ao desenvolvimento, comportamento e participação dos alunos no processo de ensino-aprendizagem. “É necessário que família e escola caminhem juntas, para uma eficácia na educação e no aprendizado. Essa troca de informações é essencial para elaborarmos de forma conjunta uma solução para os maiores problemas escolares. Além disso, saber que os pais vão às reuniões deixa os filhos mais seguros e com a noção de que seu desenvolvimento realmente tem importância”, frisou a Carmelita.

registrado em:
Fim do conteúdo da página