Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Professora integra conselho editorial de revista internacional
Início do conteúdo da página Notícias

Professora integra conselho editorial de revista internacional

Professora do IFMA – Campus Caxias – Ana Roberta Miranda fará parte do conselho editorial da Nature no Brasil, uma das mais prestigiadas e antigas revistas científicas do mundo.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 03/09/2019 11h31
  • última modificação 03/09/2019 11h31

Ana Roberta (de vermelho) tem experiência na área de recursos naturais e agroecologia, com ênfase em conservação da natureza.

A professora do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias, Ana Roberta Lima de Miranda, foi convidada para atuar como editora da Nature no Brasil, uma das mais prestigiadas e antigas revistas científicas do mundo, criada em 1869. O convite à professora é fruto do reconhecimento de suas relevantes pesquisas e publicações.

Na revista britânica, Ana Roberta será uma das responsáveis por avaliar a qualidade dos artigos submetidos para publicação na Revista de Ciência do Solo e Nutrição Vegetal (Journal of Soil Science and Plant Nutrition), e seu parecer poderá definir se o material deve ou não ser aceito. “Receber esse convite me deixou extremamente honrada. É o reconhecimento do trabalho, sobretudo, pelas publicações que fazemos, inclusive na Nature. Isso também é um reconhecimento muito grande da academia mundial do nosso trabalho [do IFMA]”, comemora a professora, lembrando que na revista, ela publicou três artigos. A Nature tem um público on-line de cerca de 3 milhões de leitores únicos por mês. A revista tem uma circulação semanal de cerca de 53 mil exemplares, mas estudos concluíram que, em média, uma única cópia é compartilhada por até oito pessoas.

Ana Roberta recebeu o convite em junho e já recebeu trabalhos para avaliar. Os editores têm um papel importante na definição dos assuntos de interesse da revista, assim como nas propostas de edições especiais e na divulgação para os pares da academia. “Eles enviam os artigos que são da minha área para leitura, acrescentar sugestões, verificar se está nos padrões exigidos pela revista, fazer avalição e retorno para publicação”, explica a professora.

Além da Nature, Ana Roberta atua como revisora da Academia Brasileira de Ciências (ABC), uma organização não governamental e sem fins lucrativos, fundada em 1916, com o foco no desenvolvimento científico do País, além de promover a interação entre cientistas brasileiros com pesquisadores de outras nações.

“Este ano, também tive a honra de ter dois artigos científicos publicados na Geoderma/Elsevier e no Scientific Reports/Nature”, comemora ela. Ambos são publicações com classificação acima de 4 (quatro) no Fator de Impacto (FI), ou Impact Factor (IF), a principal métrica utilizada para avaliar as revistas científicas por todo o mundo ao contabilizar as citações recebidas. “É como se fosse a A1 do Qualis Periódico da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes”, explica ela. No âmbito do IFMA, ela participa do comitê de pesquisa, como consultora ad hoc, um profissional convidado para ser parecerista de projetos submetidos em editais da Instituição.

Ao receber a notícia, a professora compartilhou com a comunidade acadêmica do Campus. “A vida vai nos permitindo perdas, ganhos, aprendizados e alcances que nós nem imaginamos um dia ter, mas, a cada tempo que passa, uma certeza só aumenta: nada é melhor do que pessoas que querem seu bem, torcem por você e se alegram com suas alegrias. Isso que vivencio aqui no Campus Caxias. Agradeço  muito aos meus amigos e amigas, afinal, nada teria sentido sem eles”, afirma Ana Roberta.

Ana Roberta Miranda é engenheira agrônoma pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), mestre em Produção Vegetal pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), especialista em Gestão Ambiental com foco em Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável pela Universidade Gama Filho (UGF) e doutora em Agronomia/Agricultura Tropical pela UFPI, com período de doutorado Sanduíche na Holanda, em Wageningen University Research. Ela tem experiência na área de recursos naturais e agroecologia, com ênfase em conservação da natureza, atuando principalmente nos seguintes temas: produção vegetal, sustentabilidade ambiental e gestão de resíduos, fertilidade, microbiologia e metagenômica do solo.

 

Fim do conteúdo da página