Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus promove bazar beneficente na cidade
Início do conteúdo da página Notícias

Campus promove bazar beneficente na cidade

Iniciativa teve o objetivo de arrecadar fundos para a construção de associação voltada para a luta contra o câncer
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 07/11/2019 11h52
  • última modificação 07/11/2019 11h52

Nos dias 23 e 24 de outubro (quarta e quinta-feira), o campus do IFMA em Caxias promoveu o Bazar Rosa, ação solidária com o objetivo de arrecadar fundos para a Associação de Entidades de Amigos na Luta Contra o Câncer (ANLUCC). Desde 2011, a organização não governamental acolhe pacientes de outros municípios que se deslocam para a cidade para tratamento contra a doença. A iniciativa do bazar beneficente foi da Coordenadoria de Assuntos Estudantis (CAE) do Campus, em parceria com o grupo Mulheres e Empreendedoras de Caxias.

“Uma parceria de sucesso. É um evento especial, já que vai ajudar a ANLUCC”, disse Keyla Cristina Nunes de Oliveira, representante do grupo parceiro no bazar, que acompanhou as atividades no Campus Caxias. Ela destacou ainda a importância do trabalho que a instituição tem feito em Caxias.

Segundo a presidenta da entidade, Dirce Maria Carvalho, além do IFMA a ação envolveu muitas pessoas, que direta ou indiretamente se uniram em prol da construção da ANLUCC e da casa apoio aos pacientes. “O momento é de agradecer aos servidores, alunos e colaboradores que se empenharam com muito carinho e atenção para realizar o Bazar Rosa. Que todos que colaboraram com essa ação sejam abençoados e que ninguém passe pelo que passamos, pois é um momento muito difícil”, disse a gestora. Em seu relato, ela refletiu sobre o impacto positivo do projeto: “Pessoas como as que estão no IFMA fazem a gente viver mais. Tem horas que nós estamos para baixo, mas ações maravilhosas como essa, não só pelo dinheiro, ajudam muito, sobretudo no carinho dispensado”.

O médico do Campus Caxias, José Hermínio Rocha Magalhães Santos, um dos articuladores da ação, destacou a significativa participação da comunidade na comercialização. “Todos contribuíram com doações de vestuários e acessórios novos e usados, que foram vendidos no bazar”, comemorou. Ele informou que as peças não vendidas foram cedidas para doação a comunidades de Caxias em situação de vulnerabilidade e pobreza.

Campanha

A realização do Bazar Rosa ocorreu durante o “Outubro Rosa”, movimento internacional que tem o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre o câncer de mama, além de proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade. Sobre o engajamento do Campus Caxias na campanha, José Hermínio Santos explicou que foi além do bazar, realizando-se durante o mês campanha informativa sobre câncer de mama e colo de útero, tendo como público-alvo os estudantes do Instituto.

Entre roupas, acessórios, calçados e joias, mais de 1,5 mil peças foram disponibilizadas para venda no Campus Caxias e o centro da cidade, locais onde foi possível adquirir peças a preços acessíveis (entre R$ 2 e R$ 20). “O valor atrai, mas saber que estou ajudando a ANNLUC motiva ainda mais a comprar”, observou a dona de casa Marinalva de Oliveira Soares, que aproveitou o segundo dia da ação para comprar acessórios e joias.

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil, também prestigiou o bazar, aproveitando para adquirir produtos. “Todos nós temos um papel social muito importante, e o IFMA, através desse bazar, apresenta uma demonstração de compromisso com a sociedade civil, sobretudo, com as mulheres nessa campanha do Outubro Rosa”, afirmou ele, completando: “Ao promover esse bazar, o IFMA contribui para a ANNLUC, e com isso as mulheres que vão precisar, poderão ter um tratamento digno”.

O gestor municipal considerou ainda a necessidade do diagnóstico como forma de prevenção contra a doença. Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), órgão auxiliar do Ministério da Saúde, mostram que o câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino. Para o Brasil, foram estimados 59,7 mil novos casos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres.

Fim do conteúdo da página