Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Ex-alunos do Campus Caxias são aprovados em mestrado
Início do conteúdo da página Notícias

Ex-alunos do Campus Caxias são aprovados em mestrado

Aprovados são dos cursos licenciatura em Ciências Biológicas e da especialização em Educação e Ciências.
  • Campus Caxias
  • publicado 20/12/2019 16h48
  • última modificação 20/12/2019 16h48
Luciana posa para foto vestindo beca de formatura.

A ex-aluna Luciana Paula foi aprovada em primeiro lugar no mestrado.

Quatro ex-alunos do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias foram aprovados no mestrado em Biodiversidade, Ambiente e Saúde do Centro de Estudos Superiores de Caxias (CESC) da Universidade Estadual do Maranhão (Uema). O Programa tem como missão formar mestres capazes de assumir posições de liderança no ensino e pesquisa sobre diversidade animal e vegetal de ambientes tropicais, com a proposta de fornecer um robusto preparo teórico, prático e analítico; e um ambiente intelectualmente estimulante que propicie independência e senso crítico.

Entre os quatro aprovados, Alexandre Fernando Rodrigues Rocha, Letícia da Silva e Luciana Rocha Paula são licenciados em Ciências Biológicas, e Dilma Maria Limeira da Silva especialista em Educação e Ciências.

Luciana Rocha Paula foi aprovada em primeiro lugar, em total de dezenove vagas. “Foi mais uma grande conquista após o IFMA”, comemorou. Durante a graduação, Luciana Paula atuou como bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). “No curso, sempre procurei aproveitar todas as oportunidades. Por isso, fui monitora da disciplina microbiologia, participei do projeto Rondon e da licenciatura na comunidade no Povoado Cabeceiras dos Cavalos. Além disso, participei de congressos nacionais e latino-americanos e publiquei artigos em revistas e anais”, relembrou.

Além de licenciada em Ciências Biológicas, Luciana Paula é especialista em Educação e Ciências também pelo Campus Caxias. “Além dessa especialização pelo IFMA, fiz mais uma pelo Iesf e estou concluindo uma terceira. Como sou apaixonada pela docência, atuo há cinco anos como professora de Ciências”, acrescentou.

Letícia da Silva com a colega de curso Jéssica Oliveira – ambas autoras de projeto de pesquisa premiado.

Para a ex-aluna Letícia da Silva, o IFMA teve um papel primordial em sua aprovação. “Foi através das vivências possibilitadas pelo Instituto que percebi a importância da pesquisa aliada a extensão”, afirmou. A trajetória de Letícia na graduação também foi marcada pela participação em projetos de pesquisa, extensão e monitorias. “Também participei do Pibid. Na extensão, tive o prazer de atuar com o professor Roberto Imperes. Logo após, ingressei em uma monitoria da disciplina de Anatomia Vegetal, ministrada pela professora Régia Maria, com bolsa fornecida pelo instituto. Também tive a oportunidade de participar de dois projetos de Iniciação Científica, ambos com abordagens sobre a temática do solo e coordenados pela professora Régia Maria”, disse. Segundo Letícia da Silva, a participação nessas atividades foi essencial para seguir a carreira docente.  “Hoje, sou professora de Ciências do quadro efetivo da cidade de Presidente Dutra”, comemora.

A trajetória de Dilma Limeira no Campus Caxias começou em 2012 quando ela participou do curso Monitor Ambiental, ofertado através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), na modalidade Formação Inicial e Continuada. “O IFMA sem dúvidas tem um papel importante na minha carreira profissional, pois foi no curso de Monitor Ambiental que tive a primeira oportunidade de contato com área ambiental/biológica. A participação no curso somou muito conhecimento para o vestibular, bem como para a aprovação na UEMA no curso de licenciatura em Ciências Biológicas”, declarou. “Retornei ao Campus para cursar a especialização em Educação e Ensino de Ciências. Com isso, o Instituto me possibilitou manter a atualização do currículo e o estímulo para continuar na carreira acadêmica”, prosseguiu. “O contato com profissionais qualificados de que o Campus Caxias dispõe nos permite enxergar uma ampla possibilidade de novos conhecimentos, como, por exemplo, a temática do artigo que estou desenvolvendo sobre a “Etnoconhecimentos em solos de terra indígena”, sob orientação da professora Régia Gualter. Com certeza bem diferente da pesquisa que vou desenvolver no mestrado, porém muito valiosa para o meu conhecimento acadêmico e profissional”, frisou.

“São resultados que demonstram a qualidade dos nossos cursos”, afirmou o diretor de Desenvolvimento Educacional, professor Raimundo Filho, destacando que recentemente a aluna Anny Mykaelly de Sousa, também do curso de licenciatura em Ciências Biológicas, foi aprovada para o mestrado em Agroecologia da Universidade Estadual do Maranhão (Uema). “O Campus Caxias oferece uma estrutura que dá o suporte necessário para as demandas do aluno, do Ensino Médio à pós-graduação”, comentou Raimundo Filho. “A instituição prepara o aluno para o mundo de trabalho, mas também para a vida acadêmica”, ponderou o gestor, comentando a significativa aprovação dos alunos em programas stricto sensu.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página