Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Seminário discute educação a distância e práticas inovadoras
Início do conteúdo da página Notícias

Seminário discute educação a distância e práticas inovadoras

Evento reuniu profissionais e estudantes dos cursos Formação Pedagógica e Pedagogia da Universidade Aberta do Brasil, em Imperatriz.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 10/01/2020 16h04
  • última modificação 10/01/2020 16h04

A realidade sociocultural, o avanço das tecnologias de informação, comunicação e as novas possibilidades proporcionadas pela internet, por meio dos ambientes virtuais de aprendizagem, potencializaram a educação, sobretudo na modalidade a distância. Essa nova forma de ensino tornou as barreiras espaço-temporais cada vez menores, proporcionando aprendizagens personalizadas, por meio do uso de diferentes recursos educacionais, que podem englobar diversos tipos de mídias e tecnologias em prol de uma aprendizagem ativa e colaborativa.

Para discutir sobre esse novo contexto da educação a distância e a diversidade de práticas inovadoras, o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias, o Centro de Referência Tecnológica (Certec) e o Polo Imperatriz da Universidade Aberta do Brasil (UAB) promoveram, nos dias 13 e 14 de dezembro, o primeiro Seminário de Educação a Distância, em Imperatriz (MA). O evento reuniu cerca de 250 estudantes dos cursos de licenciaturas em Formação Pedagógica e Pedagogia em Educação Profissional e Tecnológica (EPT), além de graduandos de cursos a distância da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

A abertura do evento contou com a presença do diretor-geral do Campus Caxias, João da Paixão Soares; do diretor de desenvolvimento educacional, Raimundo Filho; da coordenadora geral da UAB no IFMA, Débora Ribamar Macedo Ribeiro; da gestora do Polo UAB/EaD Imperatriz, Francisca Noronha Lô; da diretora do Certec, Simone Costa Andrade Santos.

Em seu discurso, João da Paixão destacou que o evento cria um espaço de diálogo e interação entre alunos, equipe, coordenadores e demais envolvidos no processo formativo. “Dessa forma, há construção de conhecimentos coletivos, dentro da perspectiva de uma educação onmilateral”, afirmou o gestor. Sobre a temática do evento, João da Paixão frisou que as novas tecnologias contribuem de forma efetiva para a formação do aluno em espaços escolares e não escolares. “Elas são capazes de gerar interação, colaboração e aprendizagens de forma compartilhadas, conforme expuseram as coordenadoras no documento que justificou a realização desse evento”, destacou João da Paixão.

Apresentação cultural, exposição de arte, palestras, mesas-redondas, oficinas e exposições de banners compuseram a programação do seminário. No evento, 52 trabalhos foram apresentados em forma de banner com temáticas que abordaram violência contra o professor, ser professor no Brasil e educação profissional. Os três melhores trabalhos de cada curso foram premiados. “Foi um forma de valorizar o esforço e dedicação dos alunos e a valorização da pesquisa”, explicou Cecília Galdino, coordenadora do curso Formação Pedagógica. O aluno Marco Alan Frazão da Silva, do curso de Pedagogia do Polo Timbiras, conquistou o primeiro lugar com o trabalho que abordou sobre o Plano Nacional de Educação (PNE) e a Valorização do Brasil. “Fiquei muito feliz com o reconhecimento. O tema foi proposto por minha equipe, e o resultado merece ser compartilhado com eles também”, disse.

Em busca da formação pedagógica, Gilson Alencar Nascimento, que é formado em Serviço Social,  está cursando Formação Pedagógica no Polo Barra do Corda. Em sua avaliação, o evento proporcionou momentos de interação. “Além da troca de conhecimentos, o seminário foi uma oportunidade única de interação entre os alunos dos dois cursos de todos os polos do Maranhão. Foi um evento muito organizado, que contou com a participação efetiva de alunos”, ponderou. “O espaço para apresentar nossos trabalhos e apreciar os trabalhos dos outros alunos foi importante. As palestras e oficinas sobre as novas metodologias ativas da educação contribuíram muito para a nossa qualificação profissional”, frisou Gilson Nascimento.

Diogo Filipe Araújo Costa, professor mediador, destacou que o seminário favoreceu a troca de conhecimentos sobre as práticas inovadores. “Foi um momento ímpar, pois lá trocamos experiências, percebemos as dificuldades e avanços, estabelecemos metas e possibilidades educacionais que podem ser desenvolvidas nos polos”, afirmou. “Discutir as práticas inovadoras está condizente com a atual conjuntura da educação pela qual passamos, pois o Brasil não pode perpetuar-se numa educação que não seja emancipadora, democrática e transformadora; e eventos como este ajudam a transformar a nossa forma de fazer educação dentro destes princípios”, destacou o professor.

Para a professora Débora Ribeiro, os professores que atuam na educação a distância estão a frente dos demais quando o assunto são tecnologias e seu uso no ensino. “A palavra-chave é inovação. E no âmbito do IFMA, buscamos implementar a educação a distância sempre de forma inovadora”, disse. Sobre o evento, Debora Ribeiro destacou as possibilidades de integração entre os cursos e polos ofertantes. “Os estudantes puderam se conhecer e conhecer a equipe de execução dos cursos e do Certec mais de perto. Além, é claro, dos conteúdos abordados nas atividades serem de grande relevância para a educação e os cursos em questão”, afirmou. “O evento veio mostrar como o Campus Caxias abraçou os cursos superiores a distância de forma a superar seus desafios,ainda mais nessa proposta inovadora de oferta em rede com outros Institutos Federais”, destacou.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página