Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Professores e ex-alunos publicam artigos em revista científica 
Início do conteúdo da página Notícias

Professores e ex-alunos publicam artigos em revista científica 

Artigos foram publicados na Scientia Amazonia, revista que divulga, de forma eletrônica, a produção acadêmica e científica de todas as áreas do conhecimento, nas línguas portuguesa, espanhola ou inglesa. 
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 11/06/2020 13h12
  • última modificação 11/06/2020 13h12

Professores e ex-alunos do curso de licenciatura em Ciências Biológicas do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias tiveram dois artigos publicados na Scientia Amazonia, revista que tem como missão divulgar a produção acadêmica e científica de todas as áreas do conhecimento (Biológica, Exata e Humana), via eletrônica, nas línguas portuguesa, espanhola ou inglesa. A revista contempla os resultados de investigações científicas e revisões bibliográficas produzidas por alunos de graduação e pós-graduação. A ideia é possibilitar o debate científico de pesquisadores, professores e alunos das diversas áreas do conhecimento.

Com o título “Análise cientiométrica associada ao impacto da Azadirachta Indica A. Juss (Neem) na comunidade de Anthophila (Abelhas)”, o primeiro artigo foi produzido por Laura Almeida de Oliveira e Kellyane Karen Ferreira Aguiar Cesar, sob orientação do professor Daniel Silas Veras. “O artigo é fruto de uma atividade proposta na disciplina Biodiversidade, ministrada no bacharelado em Zootecnia. Para refinar, houve todo uma etapa posterior no Laboratório de Ecologia de Comunidades (LaECO), com a participação das alunas Laura e Kellyane”, conta Daniel Veras sobre o início da pesquisa. Atualmente, Laura de Oliveira é mestranda em Biodiversidade pela Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) e Kellyane Cesar é aluna do mestrado em Biodiversidade, Ambiente e Saúde, da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). No artigo, eles afirmam que a Azadirachta indica A. Juss., conhecida pelos nomes comuns de amargosa e nim, tem sido apontada como uma planta importante no controle biológico de insetos. Nesse sentido, argumentam os pesquisadores, a mesma pode ser responsável pela perda de biodiversidade de importante polinizadores e produtores de bens comerciais, como é o caso das abelhas. Dessa forma, segundo os autores, a pesquisa busca verificar a produtividade científica disponível sobre a Azadirachta indica A. Juss, destacando os impactos da planta sobre a comunidade de abelhas. “Nossa principal conclusão é que há poucos estudos que buscam identificar os efeitos de metabolitos secundários sobre a comunidade de abelhas, principalmente as nativas do brasil”, afirma Daniel Veras.

O segundo artigo, como o título “Biomonitoramento participativo como ferramenta de sensibilização para conservação de riachos em trechos urbanos”, leva a autoria de Lucas Pereira Moura e Ricardo da Silva Carvalho, sob orientação dos professores Guilherme Santana Lustosa e Daniel Veras. “O artigo é produto de uma atividade de extensão desenvolvida durante a disciplina de Ecologia de Comunidades, na turma de Ciências Biológicas”, explica Daniel Veras. O trabalho de pesquisa fez um levantamento sobre a percepção ambiental de estudantes do ensino básico, da escola municipal Professor Arlindo Fernandes de Oliveira, sobre a qualidade da água a partir da aplicação do índice EPT (Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera), que são ordens de insetos sensíveis as alterações nos habitats. Os pesquisadores aplicaram um diagnóstico para identificar a percepção dos alunos. Posteriormente, dizem eles, realizaram palestra, seguida de uma atividade participativa de biomonitoramento. Como resultado, escrevem, “os participantes apresentaram baixo conhecimento sobre biomonitoramento, mas mostraram-se muitos interessados em participar de um levantamento in loco, antes das atividades práticas, e suas percepções melhoram bastantes após a participação na aplicação do índice biológico”.

O professor Daniel Veras, coordenador do LaECO, destaca a importância das publicações e considera que as atividades de educação ambiental são essenciais para colaborar com ações de conservação da biodiversidade. “São  formas de divulgar e sensibilizar as pessoas para os problemas sobre esse tema, fato que não se observa de forma mais ampla na sociedade quando se trata das pesquisas aplicadas em ecologia de comunidades de insetos aquáticos ou edáficos que são as mais comuns no âmbito do LaECO. Por isso, as ações de educação ambiental continuarão a ser aplicados pelo laboratório”, afirma.

Os dois artigos foram publicados no volume 9, número 2, na versão eletrônica, na sessão Ciências Ambientais, e estão disponíveis para download gratuitamente.

Análise cientiométrica associada ao impacto da Azadirachta Indica A. Juss (Neem) na comunidade de Anthophila (Abelhas) – Laura Almeida de Oliveira, Kellyane Karen Ferreira Aguiar Cesar e Daniel Silas Veras

Biomonitoramento participativo: uma ferramenta de sensibilização para a conservação de áreas urbanas (em Português) – Lucas Pereira Moura, Guilherme Santana Lustosa, Daniel Silas Veras e Ricardo da Silva Carvalho.

Para o professor Pedro Alberto Pavão Pessôa, chefe do Departamento de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (DPPGI) do Campus Caxias, as publicações refletem a maturidade e a qualidade das pesquisas realizadas no Campus. “O LaECO já tem referência internacional. E as publicações mais recentes, mostram o compromisso e a dedicação com a pesquisa dos integrantes do laboratório. Por isso, externamos nossos agradecimentos e parabenizamos  coordenadores, bolsistas e voluntários”, disse Pedro Pessôa

registrado em:
Assunto(s): artigo , Campus Caxias , ifma
Fim do conteúdo da página